David Luiz, James Rodríguez, exemplo de liderança e muita fofura


David Luiz e James Rodríguez têm sido destaques nessa Copa. Os dois têm jogado muito bem.
Além de serem grandes jogadores e bem conceituados na Copa, os dois também são sul-americanos. E são muito fofos.
A Colômbia, até pouco antes de seus 20-25 minutos finais de jogo, jogou mal, sem ânimo. Lembrava um pouco aquele Santos sem Neymar que foi jogar contra o Barcelona. Foi sem vida, sem coragem. Pra ajudar, Jackson Martínez, outro grande jogador colombiano, ficou no banco a partida toda.
O Brasil, de certa forma, sobrou no campo. Ainda que o placar não diga muito isso.
Nos 20-25m finais, o que assistimos foi a um jogo bastante equilibrado e um jogo interessante, tal qual gostaríamos de ter visto durante a partida toda, por ter sido mais suado, mais disputado.
Thiago Silva jogou bem. Cuadrado foi esforçado. Mas os caras que mais brilharam em campo (um deles, ainda que timidamente) foram o David Luiz e o James Rodríguez.


O gol do David Luiz na cobrança de falta foi uma das cobranças mais bonitas que me lembro de ter visto. Até me fez esquecer por uns instantes que eu estava vendo um zagueiro cobrando a falta, não um meia ou um atacante.
Enfim, sou fã do David Luiz tanto como pessoa quanto como jogador, desde a época da sua ida pro Chelsea, quando o conheci. Ok, antes era mais fã dele como pessoa do que como jogador, mas aprendi a ser fã dele como jogador também. A fofura e o jeito dele me contagiam. Ele é um líder nato.
Confesso que conhecia o James só de nome, nunca tinha visto sua aparência nem assistido ao seu futebol. Comecei a vê-lo na Copa. Mesmo com a alta responsabilidade de ajudar a Colômbia sem o principal ídolo, Falcao García, a ser bem sucedida, não ficou com medo nem sentiu o peso da camisa. Jogou bem e foi uma peça importantíssima da Colômbia na chegada às quartas, que era algo inédito pra Colômbia.
No fim do jogo, o choro do James, decepcionado consigo mesmo por não ter dado a vitória pro seu país foi de cortar o coração.

Mas a atitude linda do David (e do Felipão, Marcelo, Dani Alves - e talvez outros brasileiros?) me fez pensar que sim, o futebol ainda é um esporte lindo e que, atitudes como essas, podem servir como inspiração para nossas vidas pessoais e carreiras profissionais. O David, além de conversar com o James, elogiando seu ótimo futebol, ainda tentou animá-lo e fez o público presente no estádio aplaudi-lo, reconhecendo a qualidade de um craque e de um grande adversário.
Só agora notei que parece que o David deixou o Jackson Martínez no vácuo nesse momento. Oooh dó :x

video

Ele não era obrigado a fazer isso, mas fez. Porque é um grande líder. Porque tem um grande coração. Porque é um bom rapaz. Porque foi bem criado.





É de mais jogadores como o David que a Seleção Brasileira (e todas as outras Seleções também) precisa!

(Fotos encontradas no site PapelPop e no Twitter)

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

up