Os 'gringos' do Campeonato Brasileiro 2013


Estive lendo umas reportagens que estavam falando que, nesse Campeonato Brasileiro, os estrangeiros estão tendo grande destaque. Isso é um fato. Até agora, os dois maiores artilheiros são Maxi Biancucchi e Diego Forlán. Biancucchi é um argentino de 28 anos que atua pelo Vitória (e que vem a ser o primo do Messi) e Forlán é um uruguaio de 34 anos que atua pelo Internacional (e figurinha conhecida da Seleção Uruguaia).

Temos 20 clubes na Série A do Campeonato Brasileiro: Atlético Mineiro, Atlético Paranaense, Bahia, Botafogo, Corinthians, Coritiba, Criciúma, Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Goiás, Grêmio, Internacional, Náutico, Ponte Preta, Portuguesa, Santos, São Paulo, Vasco e Vitória. E, entre esses 20 clubes, temos cerca de 50 jogadores que não nasceram no Brasil (nesse número, não estou considerando jogadores que nasceram aqui mas têm dupla cidadania, como é o caso do Emerson Sheik, do Corinthians).

Além dos "gringos" estarem se destacando na artilharia, muitos deles têm sido peças decisivas nos times que atuam. Sim, alguns deles também talvez nem entraram em campo durante esse Brasileiro... Alguns chegaram agora, outros estão no time há muito tempo.... Diversas nacionalidades: argentinos, uruguaios, bolivianos, chilenos, colombianos, equatorianos, paraguaios, venezuelanos, peruanos e até chinês, espanhol, holandês e americano!

Uma compilação da Copa das Confederações 2013


Essa Copa das Confederações, por falta de recursos financeiros e tempo para me ausentar de trabalho, acompanhei de casa. Mas vibrei e curti tanto quanto se estivesse no estádio.

O primeiro jogo da Copa das Confederações 2013 que assisti foi Uruguai x Espanha, ainda na primeira fase. Eu sou suspeita, mas torcia o tempo todo pra ver o Javi Martinez em campo pela Espanha e o Lodeiro pelo Uruguai. Fato é que os dois entraram no jogo e o Lodeiro foi duramente marcado e sofreu várias faltas... Vai ver os espanhóis já tinham ouvido falar do quão bem ele tem jogado pelo Botafogo e decidiram impedir que fizesse o mesmo com sua Seleção...
Depois que o Javi entrou em campo, o comentarista (e ex-jogador) Neto, que trabalha na Band, chamou o mesmo de Juan Martinez (seria um mix de Juan Mata e Javi Martinez?) e Rafa Martinez. Momentos que só o Neto proporciona na Copa das Confederações...
Ainda vi o Suárez fazer um golaço. Golaço mesmo, mas não menciono muito pra não dar mais ibope pra ele, por causa de umas atitudes bem trouxas que ele teve desde 2010... Uma das primeiras foi a mão na bola para defender um gol certo de Gana, que causou sua expulsão, mas levou o Uruguai pra Semi-Final da Copa do Mundo de 2010 de forma meio injusta.

Depois assisti os fofos do Taiti jogando contra a Nigéria. Vibrei com o único gol do Taiti, que me conquistou pela história, pela garra, pela luta e pela humildade que demonstraram. E gostei do respeito que a Nigéria teve também.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

up