2013 - Ano do Bayern!



Em dezembro do ano passado, eu fiz um post com o título "2012 - Ano do Corinthians?" e listei todos os motivos que me convenciam de que 2012 havia sido sim o ano do Corinthians.
Seguindo a mesma lógica, tenho orgulho de afirmar que 2013 foi o ano do Bayern de Munique (ou Bayern München, como eu prefiro, ou Bayern Munich).
O Bayern, até onde sei, não conquistou nenhum título inédito e também não estou afirmando isso porque o Bayern foi Campeão do Mundo, mas, sim, porque o Bayern ganhou (quase) todos os campeonatos que disputou na temporada 2012/2013 (todos os títulos foram conquistados em 2013).
O Bayern conquistou a Bundesliga e a Copa da Alemanha (os dois campeonatos nacionais), a Champions' League (campeonato europeu), a Supercopa da UEFA (campeão da Champions' contra o campeão da Europa League [Chelsea, nesse caso]) e o Mundial de Clubes FIFA. O único campeonato que não venceu foi a Supercopa da Alemanha, contra o segundo colocado na Bundesliga, o Borussia Dortmund.

#OuseSerBrasileiro


A melhor propaganda que a Nike já fez, na minha opinião. Realmente incrível!
#OuseSerBrasileiro

10 músicas para ouvir nesse fim de ano


Não necessariamente todas as músicas são de 2013, mas a maior parte dos vídeos (se não todos) são.

Separei 10 músicas que, recentemente, não saem da minha cabeça e acho que podem muito bem embalar o fim de ano de todo mundo... Tem um pouco de cada coisa!

Aproveitem ;)

1. Love is on the radio - McFly

Copa do Mundo 2014 - Grupos e Jogos da Primeira fase definidos



E o sorteio dos grupos para a Copa do Mundo foi feito na Sexta-Feira (06/12/2013).
Com isso, temos os grupos e os jogos da primeira fase definidos.


FASE DE GRUPOS

GRUPO 1

Jogo 01 - Brasil x Croácia - São Paulo (Sudeste)
12 Jun 17:00    SAO - Arena de São Paulo

Jogo 02 - México x Camarões - Natal (Nordeste)
13 Jun 13:00    NTL - Estádio das Dunas

Jogo 17 - Brasil x México - Fortaleza (Nordeste)
17 Jun 16:00    FTL - Estádio Castelão

Jogo 18 - Camarões x Croácia - Manaus (Norte)
18 Jun 18:00    MAN - Arena Amazônica

Jogo 33 - Camarões x Brasil - Brasília (Centro-Oeste)
23 Jun 17:00    BRS - Estádio Nacional

Jogo 34 - Croácia x México - Recife (Nordeste)
23 Jun 17:00    RCF - Arena Pernambuco


A vida num segundo - Brothers Of Brazil



Hoje, na MTV, passou o clipe do Brothers Of Brazil para a música 'A vida num segundo'.
A música é legal e a voz do João Suplicy e a do Supla combinam bem. Mas não é por isso que decidi compartilhar o clipe.

O ponto alto do clipe são os três cachorros que, junto com a dupla, são os únicos participantes/atores do clipe.

Principalmente os dois cachorros principais, que são pura fofura durante todo o clipe ;)



#DiaDeFilme Magic Mike


Quando fiquei sabendo que o Channing Tatum teria um filme contando sua história, confesso que fiquei curiosa. Já tinha ouvido falar que ele tinha tido várias profissões, entre elas, stripper.
Depois que o filme saiu, os caras que trabalharam com ele e que o conheciam de antes disseram que toda essa história era mentira, que ele quis enfeitar e tudo mais.

Pra mim, não interessa se é história real, baseada na realidade ou pura ficção. Eu assisti mesmo porque tinha Matt Bomer, Alex Pettyfer e Channing Tatum.



#DiaDeFilme The First Time


Confesso que só fui saber da existência desse filme por causa do Dylan O'Brien.
Eu explico: fui assistir ao filme "Os Estagiários" um dia desses e me apaixonei pelo filme. Achei que o Dylan fazia uma linha de geek fofo e fui procurar o que mais ele tinha feito...
E então me deparei com "The First Time", que tinha ele e a fofa da Britt Robertson como protagonistas e a Victoria Justice como coadjuvante.

A personagem da Victoria é a melhor amiga pela qual o personagem do Dylan está apaixonado. E a personagem da Britt tem um namorado mais velho e meio estranho, interpretado pelo ator James Frecheville.

Acima do fato do filme ter como tema central "a primeira vez", é um filme sobre a descoberta do amor, encontrar sua cara-metade, a pessoa certa para você onde você menos espera. E o filme se foca mais nessa parte de encontrar a pessoa certa para você do que no tema central do filme.

#Parceria : País do Futebol - MC Guime feat Emicida



That's the thing... Nunca fui fã do funk brasileiro.
Não é preconceito, apenas questão de gosto pessoal, mas poucas são as músicas do gênero que gosto/suporto ouvir. Gosto da batida, mas detesto a maior parte das letras de funk.
Agora surgiu o tal do funk ostentação. É claro que sei o que é e não julgo os caras... É bom tem uma nova vertente, que agrade outros gostos... Eu só não gosto de nenhuma delas e ponto.

Meu irmão também nunca foi fã de funk. Mas curtiu essa música em específico e me mostrou...

O que eu achei? Essa música, de um cantor paulista do tal funk ostentação (MC Guime) com um rapper que surgiu no cenário paulista (Emicida), prova sim que o funk pode ser bom, ter letras bem construídas e ter uma crítica/mostrar uma realidade, como o rap já faz. E um funk pode ter sim um clipe bom que te faz pensar, sem mulheres rebolando e tão pouco seminuas.

O legal é que, mesmo que os cantores tenham vindo de periferias paulistas, incluíram o Rio de Janeiro também nas imagens... E mostraram que os sonhos e esperanças de toda criança (seja ela de qualquer classe social, raça e religião) é sim parecido. Todas querem ter felicidade e ser bem-sucedidas.

Conclusão final: Música ótima, batida perfeita e clipe excelente. Além de todos os pontos positivos, a presença do Neymar no clipe dá sim uma projeção legal lá fora. Que o Emicida e o MC Guime lancem mais músicas assim!



Todos deveriam dar uma chance e assistir a esse clipe!

Só pra mencionar, até o momento dessa postagem, o clipe já tinha atingido a marca de 3.999.399 views só no vídeo oficial!

The Voice US - 5ª Temporada [Live Battles] - As batalhas memoráveis...


Independentemente de eu estar torcendo para um artista ou não, decidi listar as batalhas que achei que foram mais memoráveis na quinta edição do The Voice US, independentemente se tinha algum favorito meu na batalha ou não. Na maioria delas, achei que houve grande parceria entre os artistas e que eles se completaram, tornando um tanto mais difícil apontar um vencedor de outra forma que não preferência pessoal...
Alguns que perderam as batalhas caíram fora, outros foram roubados por outros técnicos.... Mas todos arrasaram!

Tessane Chin x Donna Allen "Next To Me"


Caroline Pennell x Antony Paul "As Long As You Love Me"

The Voice US - 5ª Temporada [Blind Auditions]



Já sou muito fã do The Voice americano desde a terceira edição (fato!), mas, pelo menos nas Blind Auditions, achei que essa foi a edição com mais artistas alto nível e com mais artistas que me conquistaram...

Sem contar os artistas que tiveram suas apresentações reduzidas (e levando em consideração meu gosto pessoal), se eu fosse uma das juradas, teria virado minha cadeira para as apresentações abaixo:

- Caroline Pennell, 17 "Anything Could Happen" (Ellie Goulding)
Caroline tem uma voz doce e delicada - sua voz lembra um pouco a da Melanie Martinez, que participou da terceira edição (além do fato que parece que ela transforma as músicas para o mundo dela, a parte do nosso).

- Matthew Schuler, 20 "Cough Syrup" (Young The Giant)
O-M-G! I-n-c-r-í-v-e-l!!! Primeiramente, o início da música foi perfeito. E ele ficou melhor e melhor a cada nota. Um dos meus favoritos  (entre os meus favoritos), sem sombra de dúvidas! O plus dele fica por conta da beleza e do fato de estar sempre sorrindo!

- Nic Hawk, 26 "Hit 'Em Up Style (Oops!)" (Blu Cantrell)
O Nic me conquistou pela voz. Mas depois me conquistou pelo jeito, pela história e por ser ele mesmo. E talvez tenha sido a primeira pessoa a deixar o Adam sem jeito no The Voice. Não conhecia essa música, mas acho que foi uma ótima escolha!

- Josh Logan, 33 "Too Close" (Alex Clare)
A voz dele é muito linda e a apresentação foi muito bem executada. Ótima escolha de música! Ele arrasou!!!

- James Wolpert, 22 "Love Interruption" (Jack White)
Ok, esse já me conquistou quando apareceu: estilinho nerd/geek e bonitinho - nem preciso dizer que me lembrou um tantinho o Cameron Mitchell. Quando passou a conversa com ele, ele disse que curtia Engenharia, Exatas, Tecnologia e trabalhava numa Apple Store. Me conquistou ainda mais. Daí eu ouvi sua voz. P-e-r-f-e-i-t-a! Logo entrou na lista dos meus favoritos entre todos os meus favoritos!

- Barry Black, 27 "What You Won't Do For Love" (Bobby Caldwell)
Eu não sei dizer como ele me conquistou. Fato é que o cara que faz som de gaita com a boca, tem uma voz muito gostosa e é estiloso me conquistou.

- Holly Henry, 19 "The Scientist" (Coldplay)
Para mim, quando ouvi a primeira vez, ela me lembrou um quê da Caroline Pennell, Melanie Martinez e Ellie Goulding. Mas eu gostei muito da voz dela e da escolha de música. "The Scientist" ficou interessante com um estilo de voz tão diferente!

- Austin Jenckes, 25 "Simple Man" (Lynyrd Skynyrd)
Uma das vozes mais poderosas da competição. Ele cantou de um jeito que pareceu que cantar bem era uma coisa tão fácil... E passou emoção com essa música! Ficou linda a voz dele em "Simple Man".

- Jonny Gray, 29 "All These Things That I've Done" (The Killers)
Estiloso e canta muito! A música inteira em si, mas principalmente a frase "I got soul, but I'm not a soldier." faz muito sentido quando você descobre que ele já foi do exército... Um dos meus favoritos entre os meus favoritos.

- Ray Boudreaux, 25 "Use Me" (Bill Withers)
Bonito, canta muito, fez uma ótima escolha de música e ainda tem uma filhinha super fofa (e que rouba a cena). Ele é um dos meus favoritos entre os meus favoritos!

- Juhi, 16 "Mercy" (Duffy)
Divertida, canta bem e é jovem. Confesso que não gosto muito da voz da Duffy, mas acho que a Juhi cantou muito bem 'Mercy'. Vamos ver o que vem pela frente...

- George Horga Jr, 19 "Treasure" (Bruno Mars)
Confesso que não conhecia essa música do Bruno Mars, mas amei a pegada retrô da música e achei que o George fez boa escolha ao cantá-la. Ele canta bem, é bonito e tem muito estilo. Acho que tem futuro....

- Preston Pohl, 26 "Electric Feel" (MGMT)
Ok. A primeira vez que ouvi, gostei mas não sabia muito bem o quanto. Depois, essa música ficou na minha cabeça, com o Preston cantando. Então, eu percebi que realmente tinha gostado muito da apresentação dele.

- James Irwin, 31 "Losing My Religion" (R.E.M.)
Já tinha partido meu coração ninguém ter virado pra ele na última temporada (achei que ele tinha ido muito bem). Mas, de fato, serviu pra ele se empenhar mais e se tornar um cantor melhor. Cantou bem do início ao fim.

- R. Antony, 33 "Hall of Fame" (The Script feat. Will.I.Am)
Achei a afinação dele muito boa e achei que cantou muito bem essa música... Ele foi muito bem do início ao fim.

- Justin Chain, 23 "She's Country" (Jason Aldean)
Adorei a voz dele e adorei a escolha de músicas. Ele realmente é country e é excelente. Afinação perfeita, voz linda... Manda muito e tem que gravar umas músicas e fazer mais sucesso, com certeza! Ele é muito bom!

- Matt Cermanski, 20 "Have a Little Faith In Me" (John Hiatt)
Disseram que o Matt participou do The Voice US - 4ª temporada. De fato, me lembro dele cantando Teenage Dream e acho que cantou bem, só não me convenceu. Dessa vez, me convenceu muito! Fez boa escolha de música, tem uma voz super bonita, toca violão e é bonitinho.

- Brandon Chase, 20 "Wanted" (Hunter Hayes)
A história dele por si só já é muito interessante : o cara adiantou todos os seus estudos, se formou na faculdade aos 17 anos para poder tentar sua carreira na música. Fato é que além de ser inteligente, ter uma história interessante e ser bem bonito, ainda canta muito. Amo a voz e as músicas do Hunter, mas Brandon cantou "Wanted" ainda melhor que o Hunter canta a versão original! E tem uma voz muito muito linda e é super afinado. Um dos meus favoritos, entre os meus favoritos, com certeza!

- Michael Lynch, 27 "Bailamos" (Enrique Iglesias)
O cara fez a audição com uma música do Enrique Iglesias, cantando em inglês/espanhol. Já ganhou pontos comigo na escolha da música. Acontece que o cara ainda manda bem no canto e é estiloso. Ele tem tudo pra ir longe. Vamos aguardas e ver...

- Brian Pounds, 24 "Wagon Wheel" (Old Crow Medicine Show)
Mais um cantor country excelente que passou pelo programa. Adorei a voz dele, o estilo, a escolha da música...

Dos participantes que não passaram, mas eu passaria:

- Matthew Brea, 15 "I Want You Back" (Jackson's 5)
Eu realmente achei que o Matthew parecia o Michael Jackson (quando era criança) cantando. Eu gostei dele e acho que ele ainda tem futuro - quem sabe num próximo The Voice?

- Mike Unser, 19 "Dirty Little Secret" (The All-American Rejects)
Estiloso, cantava bem, mas não teve a melhor escolha de música. Amo 'Dirty Little Secret', mas acho que não caiu tão bem na voz dele. Ainda assim, acho que a voz dele é bem bonita e eu passaria para ver como ele se comportaria nos próximos desafios - acho que ele seria bom.

- Zach Hinson, 21 "Drunk on You" (Luke Bryan)
Eu A-M-E-I a voz dele. Mas, segundo o Blake, a escolha da música cheia de "hmmmm's" talvez tenha feito ele desafinar e bla bla bla. Amo o Blake, mas não concordo. Achei uma das melhores audições e ele seria um dos meus favoritos entre os meus favoritos se tivesse passado. Gostei tanto dele que já dei 'like' na página dele no facebook, segui no Twitter (e ele respondeu uma mensagem que enviei - yaaay \o/) e me inscrevi no Youtube. Além dele arrasar no country, ainda tem uma história bacana e é beeem bonito (sim, admito que fiquei também encantada com a beleza do cara...). By the way, de aparência, ele me lembrou um pouco (não sei dizer bem o quê) o Wes, do Emblem3. Espero realmente que ele seja bem sucedido logo no country e/ou volte pro The Voice na próxima temporada, entre e vença ou, pelo menos, vá bem longe!

- Jason Kertson, 16 "Lips of An Angel" (Hinder)
A voz dele é muito linda. E ficou tão legal quanto a voz do cantor original nessa música. O mais impressionante é ouvir um garoto bonitinho de apenas 16 anos com uma voz tão forte e tão legal. Quando o vi conversando com o Carson, não achei que ele cantasse tão bem... Quem sabe não retorne e seja bem sucedido numa próxima edição?

- Dominic Scott Kay, 17 "Easy" (Commodores)
Não conhecia essa música - tampouco a banda na qual seu pai fazia parte. Mas a voz dele me conquistou! Muito diferente e muito interessante! Deveria ter passado... O problema foi que poucos times ainda tinham vagas e eles estavam pensando mais em como fechar seus times... Ninguém teve críticas ao menino e, se não estou enganada, alguns até se arrependeram de não ter escolhido o menino. Quem sabe não volte numa próxima vez?

Glee x Pretty Little Liars : Minha opinião


Pretty Little Liars está na quarta temporada. Glee terminou a quarta temporada recentemente e está próximo de iniciar a quinta.

Ambas são séries, entre todas as que gosto, que continuo assistindo. Mas existe uma diferença: continuo assistindo Glee simplesmente pelos números musicais e pelos poucos artistas que sobraram na série que ainda gosto.

Quando comecei a assistir, Glee era uma série sobre os losers, que tinha o Finn e a Rachel como principais, mas dava destaque para os outros personagens também, que eram tão interessantes quanto.

Com o tempo, na minha visão, a série passou a ficar centrada em Finn, Kurt e Rachel e começou a me cansar. Quer dizer, tinham tantos talentos excelentes e desperdiçavam todos para centralizar nos três. Isso eu não consigo entender...

Os 'gringos' do Campeonato Brasileiro 2013


Estive lendo umas reportagens que estavam falando que, nesse Campeonato Brasileiro, os estrangeiros estão tendo grande destaque. Isso é um fato. Até agora, os dois maiores artilheiros são Maxi Biancucchi e Diego Forlán. Biancucchi é um argentino de 28 anos que atua pelo Vitória (e que vem a ser o primo do Messi) e Forlán é um uruguaio de 34 anos que atua pelo Internacional (e figurinha conhecida da Seleção Uruguaia).

Temos 20 clubes na Série A do Campeonato Brasileiro: Atlético Mineiro, Atlético Paranaense, Bahia, Botafogo, Corinthians, Coritiba, Criciúma, Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Goiás, Grêmio, Internacional, Náutico, Ponte Preta, Portuguesa, Santos, São Paulo, Vasco e Vitória. E, entre esses 20 clubes, temos cerca de 50 jogadores que não nasceram no Brasil (nesse número, não estou considerando jogadores que nasceram aqui mas têm dupla cidadania, como é o caso do Emerson Sheik, do Corinthians).

Além dos "gringos" estarem se destacando na artilharia, muitos deles têm sido peças decisivas nos times que atuam. Sim, alguns deles também talvez nem entraram em campo durante esse Brasileiro... Alguns chegaram agora, outros estão no time há muito tempo.... Diversas nacionalidades: argentinos, uruguaios, bolivianos, chilenos, colombianos, equatorianos, paraguaios, venezuelanos, peruanos e até chinês, espanhol, holandês e americano!

Uma compilação da Copa das Confederações 2013


Essa Copa das Confederações, por falta de recursos financeiros e tempo para me ausentar de trabalho, acompanhei de casa. Mas vibrei e curti tanto quanto se estivesse no estádio.

O primeiro jogo da Copa das Confederações 2013 que assisti foi Uruguai x Espanha, ainda na primeira fase. Eu sou suspeita, mas torcia o tempo todo pra ver o Javi Martinez em campo pela Espanha e o Lodeiro pelo Uruguai. Fato é que os dois entraram no jogo e o Lodeiro foi duramente marcado e sofreu várias faltas... Vai ver os espanhóis já tinham ouvido falar do quão bem ele tem jogado pelo Botafogo e decidiram impedir que fizesse o mesmo com sua Seleção...
Depois que o Javi entrou em campo, o comentarista (e ex-jogador) Neto, que trabalha na Band, chamou o mesmo de Juan Martinez (seria um mix de Juan Mata e Javi Martinez?) e Rafa Martinez. Momentos que só o Neto proporciona na Copa das Confederações...
Ainda vi o Suárez fazer um golaço. Golaço mesmo, mas não menciono muito pra não dar mais ibope pra ele, por causa de umas atitudes bem trouxas que ele teve desde 2010... Uma das primeiras foi a mão na bola para defender um gol certo de Gana, que causou sua expulsão, mas levou o Uruguai pra Semi-Final da Copa do Mundo de 2010 de forma meio injusta.

Depois assisti os fofos do Taiti jogando contra a Nigéria. Vibrei com o único gol do Taiti, que me conquistou pela história, pela garra, pela luta e pela humildade que demonstraram. E gostei do respeito que a Nigéria teve também.

Princesas Modernas x Princesas Clássicas

Li uma matéria muito boa no site Terra na semana passada falando sobre o estereótipo das princesas Disney modernas e o das clássicas.
Comecei a analisar minha infância e me lembrei que nunca assisti ao filme da Bela Adormecida, assisti apenas uma vez ao filme "A Bela e a Fera" e, depois de grande (quando tinha uns 10 anos talvez), assisti ao filme da Cinderela (a parte dele ou inteiro, não me lembro). Nunca fui grande fã dessas princesas que não faziam nada e esperavam a eternidade para serem salvas! A única exceção é a Branca de Neve porque eu realmente gostava muito do filme!
Eu, como toda garota na infância, ainda assim gostava das princesas e das Barbies Princesas...
Logo que saiu o filme "The Cheetah Girls - As Feras da Música", minha música favorita era "Cinderella", na qual elas cantavam que não queriam ser como a Cinderela que ficava sentada esperando ser salva por alguém. Cantavam também que não queriam ser alguém que fica esperando por um príncipe bonito e charmoso vir e salvá-las, que não queriam ser como ninguém mais, que elas podiam se salvar sozinhas. A parte mais legal da música é quando cantavam   "Eu posso matar meus próprios dragões / Eu posso sonhar meus próprios sonhos  / Meu cavaleiro em armadura brilhante sou eu/ Então eu irei me libertar".
De fato, toda garota quer se sentir protegida pelo cara que ama (fato!). Mas também queremos ser independentes, trabalhar, estudar, viajar, depender mais de nós mesmas que dos outros e poder nos salvar.
Além disso, nós mulheres dificilmente temos o físico perfeito, o rosto perfeito e o cabelo impecável das princesas - somos normais! E nem mesmo os caras têm o porte perfeito e o rosto perfeito dos princípes dessas histórias também... 
Por isso que, quando fiquei sabendo das histórias de Valente e Enrolados, antes de ir aos cinemas, fiquei feliz. Essas princesas têm o pensamento diferente, têm atitude e são mais próximas de nossa realidade. Ainda não tive a oportunidade de assistir aos filmes, mas tenho muita vontade. E amo o cabelo da Princesa do filme Valente, pois é a primeira princesa que tem o cabelo cacheado e rebelde como o meu!!!
As princesas não têm que ser sensuais. Elas têm que ser normais - sejam elas gordas, no "peso ideal" ou magras, altas,  médias ou baixas, com cabelos rebeldes ou ajeitados, curtos ou compridos, com cabelos cacheados, ondulados ou lisos, ruivas, morenas ou loiras, negras, morenas ou brancas... Assim, não estabelecemos um padrão de beleza difícil de atingir e as garotinhas conseguem achar uma princesa na qual se identifiquem e que tenha padrões de beleza normais.

The Vamps e o cover de "That Girl", do McFly


Não conhecia a banda 'The Vamps' (e, na verdade, confesso que só os ouvi em 'Love is easy' e 'That Girl', ambos covers do McFly), mas vi um post em alguma fan-page do McFly no Facebook que me chamou atenção.

Como eles abririam alguns shows do McFly no Reino Unido, eles fizeram, além do cover, um clipe para a música 'That Girl', que foi uma das responsáveis pelo sucesso do McFly quando ainda eram garotos. A parte mais legal, é que teve muiiiiiitas referências ao clipe antigo, além de duas participações bem especiais (o Dougie, que finalmente foi o cara que conseguiu a garota, e da Carrie Hope Fletcher [a irmã do Tom], sendo a garota disputada).

Segue o clipe do The Vamps (é muita fofura!):


E o clipe original do McFly, é claaaaro (muito amor <3):


Enchanted #3 - Xherdan Shaqiri



Dia 14/02/2011 ouvi a versão do Owl City para a música da Taylor Swift e a música Enchanted não saiu da minha cabeça por um tempo. Foi por isso que decidi fazer uma seção chamada Enchanted em 18/02/2011. Não decidi a freqüência, mas ocorrerá sempre que eu tiver tempo disponível para postá-la.

Shaqiri

Para o 3º post de Enchanted, escolhi o jogador suíço Xherdan Shaqiri.
Sim, ainda não defini o que acho dele (por ser baixinho e musculoso), mas tenho certeza que seu rosto é lindo e ele é muito charmoso, o que o torna encantador!

Shaqiri

Chega de preconceito/ brigas no futebol!


Uma coisa que nunca vou entender é esse preconceito entre torcedores e brigas que ocorrem no futebol.
Eu amo futebol e essa é a coisa que tenho mais certeza na vida. Tenho meus três times do coração (Corinthians, Bayern München, Manchester United), mas gosto muiiiiito do Palmeiras, Internacional, Ponte Preta, Fluminense, Borussia Dortmund e Schalke 04, e acompanho, sempre que possível, Guarani, São Paulo, Santos, Botafogo, Tottenham, Chelsea, Liverpool e Arsenal (e assisto a alguns outros jogos de vez em quando).
Já fui ao estádio assistir a jogos como "Guarani x Santos", "São Paulo x Corinthians", "Guarani x Corinthians" (2x), "Guarani x Palmeiras", "Ponte Preta x Corinthians" (3x), "Corinthians x Atlético Mineiro" pelo simples fato de que gosto da sensação de estar em um estádio e de ver jogos ao vivo e de gostar dos times que fui assistir.
Acho lindo o fato de que as crianças, tão pequenas, já têm um time do coração e vão com camisetas do seu time para o estádio. Além das crianças, têm tantos senhores e senhoras apaixonados pelo seu time e que vão ao estádio desde sempre pra incentivar e apoiar o time, não importa em qual fase seu time esteja. Jovens, que vão ao estádio pra apoiar seu time. E curiosos que vão para conhecer a sensação de estar em um estádio. Isso é a magia do futebol! Ver gente, sentir a alegria, ver a torcida cantando e vibrando (mesmo quando perde), assistir ao jogo ao vivo in loco, ... Não dá pra explicar... Só indo a um estádio e sentindo!
Sempre me dizem "Nossa, mas você é Corinthiana e gosta do Palmeiras?"/ "Nossa, mas se você ama o Bayern não pode gostar do Borussia"... Isso é tão ultrapassado! Por que não posso? Quem ditou essa regra? Se alguém criou essa regra, esqueceu de me contar!
Acho que a mentalidade das pessoas ainda tem que mudar um pouco, parar com esse preconceito que não está com nada. Vamos incentivar nosso futebol, vamos valorizar nossa cultura, respeitar gostos distintos e amar o futebol. <3

Obs.: Já tenho três jogos do Brasileiro pra assistir esse ano na minha listinha, além de Ponte Preta x Corinthians, : Ponte Preta x Fluminense, Ponte Preta x Internacional e Ponte Preta x Botafogo. Talvez, ainda adicione os jogos da Ponte contra o São Paulo e o Santos também. Sim, tudo depende se esses jogos vão ocorrer em fins de semana e se terão ingressos disponíveis... Mas eu quero ir pra valorizar o time da minha cidade e ainda, de quebra, assistir num estádio jogos de times que me interessam.

#DiaDeFilme "Lola" (LOL)

Antes de falar qualquer coisa sobre "Lola", devo deixar claro que nunca fui muito fã da Miley Cyrus. Gostava sim de algumas de suas músicas, já assisti Hannah Montana e gosto das músicas do seu pai, Billy Ray Cyrus. Não gosto das atitudes nem do jeito que a Miley se porta.

Deixando isso claro, vamos falar das minhas impressões do filme.

Assisti "Lola" (LOL) no início de janeiro/2013.

Mesmo não gostando da Miley Cyrus, não consigo pensar ninguém melhor que ela para fazer a Lola e ser filha da Demi Moore - a Miley ficou perfeita no papel e a química e dinâmica com a Demi quase me fez acreditar que ela era filha da Demi Moore e não da Trish, que é sua mãe de verdade. Além disso, fez a Lola de forma super convincente - talvez por ser tida como garota problema/ incompreendida ou talvez por ser de fato boa atriz.

American Idol 12 - Quem vale a pena


Independentemente de histórias tristes ou alegres, de ter entrado ou não no programa e do futuro deles na competição, separei, por programa, uma lista dos participantes que gostei - são os participantes que as vozes me agradaram mais, não necessariamente suas atitudes.

Primeiro gostaria de falar sobre um dos melhores participantes, entre todas as audições, mas que, por nenhum motivo aparente, foi recusado. Isso mesmo, o cara tomou quatro respostas negativas, mesmo tendo uma voz super gostosa de ouvir, sendo bonito e super simpático.
O Evan Ruggiero, de Old Bridge-NJ, apareceu no primeiro episódio, recebeu várias críticas positivas e tomou quatro "Não's" - e, sim, vi gente bem ruim levando quatro "Sim's" e indo para Hollywood!



Alguns dos meus favoritos nas audições que passaram para Hollywood:

Audição de Lazaro Arbos para o American Idol 12


Sexta-feira passada, assisti, por acaso, ao 2º episódio da 12ª temporada do American Idol.
Nesse episódio, o último candidato foi justamente o Lazaro Arbos.
Logo, me encantei por sua história e por sua voz. Ele já se tornou um dos meus favoritos!

Desde jovem, Lazaro tem problemas de gagueira. Mesmo com tratamentos e terapias, não conseguiu melhorar. Pelo que é contado em sua história, chegou, inclusive, a ficar um tempo sem conseguir falar.
Como ele mesmo define para os jurados, seu problema de fala é como uma "montanha-russa".
Já havia visto outros casos de gagos que, ao cantar, nem parecia que tinham problemas de fala. Como o problema dele de fala é um pouco maior dos casos que havia visto, não sabia muito o que esperar.
Fato é que o garoto canta e canta muito bem! Ele tem uma voz incrível e é lindo (por dentro e por fora).

Mais um fato curioso: Ele nasceu em Cuba e se mudou aos 10 anos para os Estados Unidos - ou seja, ele é latino!

Veja o vídeo abaixo e tenha sua própria conclusão:


"O Jogo da Minha Vida" - O livro do Paulo André



Bem, sou grande torcedora do Corinthians e grande fã do meu conterrâneo Paulo André - mais que isso, sou fã do bom e velho futebol. Portanto, decidi que leria "O Jogo da Minha Vida" assim que tivesse a oportunidade de comprá-lo. Quando surgiu a oportunidade, comprei o livro e, antes do dia 08/01, já havia terminado a leitura.

Para quem não conhece, o Paulo André é zagueiro do Corinthians. Desde a saída do Leandro Castán, para o Roma-ITA, ele é o titular da zaga do Corinthians e tem se mostrado melhor a cada jogo. Fora de campo, é escritor, artista (faz quadros bem interessantes), engajado em causas sociais (tem o Instituto Paulo André e ajuda várias outras instituições), tenista e modelo nas horas vagas, etc... Além disso, dizem que ele vai montar uma empresa para consultoria financeira com o William,, o eterno "Capita", que jogou na zaga do Corinthians na "Era Ronaldo", antes de se aposentar.


O Paulo André tem uma forma de escrever bem gostosa de acompanhar e consegue te guiar pelo mundo do futebol de forma bem profunda.
Para quem acompanha o blog do Paulo André, um dos assuntos que ele mais aborda é a luta pelos direitos dos jogadores de futebol - que nem sempre ganham altos salários ou têm uma vida tão boa quanto dos atletas que estamos acostumados a ouvir (Kaká, Cristiano Ronaldo, Casillas, Rooney,...).
Ano passado, havia acompanhado a história do time Ji-Paraná-RO, que participa da Copa São Paulo de Futebol Júnior, no Globo Esporte, que falava de como era difícil a vida desses garotos. Mas eu nunca havia pensado que essa luta e dificuldade ocorria também nos times grandes.
Paulo André abriu meus olhos para uma outra realidade do futebol, além de felicidade e satisfação: luta, ensino escolar fraco, crescimento longe da família, ilusões, agentes mal-intencionados, promessas falsas, falta de perspectiva de futuro se o futebol não der certo,...
Como filha de professora e psicopedagoga, fiquei impressionada com o relato do Paulo André de uma das escolas em que foi matriculado, que era pública. Sei que temos um problema grande com educação no Brasil, mas até quando queremos dar futuro para o nosso país se não investimos mais e melhor em educação?
Além disso, ele conta sobre várias pessoas que não deram certo no futebol - cada uma por um motivo - e o que muitos têm feito hoje. Conta sobre os bastidores dos times nos quais ele jogou, como Guarani, base do São Paulo, Le Mans, Atlético Paranaense, entre outros... Também conta da sua ligação com o Corinthians, alguns bastidores do Brasileirão 2011 e outras coisas, como o porquê do Willian (ex-Corinthians, atualmente no Metalyst, Ucrânia) ser chamado de "Toshiba", quem gosta mais de zoar, quem era o mais zoado, ...
É uma leitura fácil e rápida, bem escrito e que te faz sentir tudo o que é contado no livro. Excelente!
Confesso que, a cada página lida, me tornei mais fã do Paulo André.
Recomendo a todos a leitura desse livro - seja você fã de futebol ou não -, por ser uma realidade diferente da qual vivemos (mesmo que cada um de nós tenha sua própria batalha na vida). Se você viver essa realidade ou pensar em investir na carreira do futebol para seu filho, esse livro se torna leitura obrigatória.

A Convocação do Felipão (22/01/2013) e suas curiosidades


Saiu a nova convocação da Seleção Brasileira em 22/01, às 14hrs (horário de Brasília). Essa é a primeira convocação que o Felipão faz, desde sua volta para a Seleção. Até onde entendi, valerá apenas para o amistoso contra a Inglaterra, que ocorrerá no início de Fevereiro, em Londres.

Segue a lista abaixo:


Alguns dados curiosos sobre essa lista:

Apenas um dos atletas nunca foi convocado: Dante, zagueiro do Bayern München. Todos os outros continuam na Seleção ou fazem o seu retorno...
 6 jogadores atuam no Brasil: Paulinho (Corinthians), Arouca e Neymar (Santos), Ronaldinho Gaúcho (Atlético-MG), Fred (Fluminense), Luis Fabiano (São Paulo).
 1 jogador atua na Alemanha: Dante (Bayern München).
 1 jogador atua na França: Lucas (PSG).
 1 jogador joga na Rússia: Hulk (Zenit).
 2 jogadores jogam na Itália: Leandro Castán (Roma), Hernanes (Lazio).
 4 jogadores atuam na Inglaterra: Júlio César (QPR), David Luiz, Ramires e Oscar (Chelsea).
 5 jogadores jogam na Espanha: Diego Alves (Valencia), Miranda e Filipe Luis (Atlético de Madrid), Adriano e Daniel Alves (Barcelona).
 6 jogadores têm até 25 anos (alguns completam 26 esse ano): David Luiz e Ramires (1987), Paulinho (1988), Oscar (1991), Lucas e Neymar (1992).
 Apenas 5 clubes brasileiros tiveram jogadores na convocação. Desses 5 clubes, todos foram campeões em 2012: Atlético-MG venceu o Campeonato Mineiro e foi vice do Campeonato Brasileiro; Corinthians venceu a Copa Libertadores da América e o Campeonato Mundial de Clubes Fifa; Santos venceu o Campeonato Paulista; São Paulo venceu a Copa Sul-Americana; Fluminense venceu o Campeonato Brasileiro.
 12 jogadores dessa lista são da região Sudeste do Brasil:  David Luiz (Diadema, SP), Leandro Castán (Jaú, SP), Paulinho e Lucas (São Paulo, SP), Oscar (Santa Bárbara D'Oeste, SP), Luís Fabiano (Campinas, SP),  Neymar (Mogi das Cruzes, SP); Diego Alves e Júlio César (Rio de Janeiro, RJ), Arouca (Duas Barras, RJ), Ramires (Barra do Piraí, RJ); Fred (Teófilo Otoni, MG).
 4 jogadores são do Nordeste: Hulk (Campina Grande, PA); Hernanes (Aliança, PE); Daniel Alves (Juazeiro, BA), Dante (Salvador, BA).
 4 jogadores são da região Sul: Miranda (Paranavaí, PR), Adriano (Curitiba, PR); Filipe Luis (Jaraguá do Sul, SC); Ronaldinho Gaúcho (Porto Alegre, RS).
 Jogadores convocados pelo Felipão que estiveram presentes em algum momento da "Era Mano": Júlio César, Diego Alves; David Luiz, Leandro Castán ; Adriano, Daniel Alves; Arouca, Hernanes, Paulinho, Ramires; Oscar, Ronaldinho Gaúcho; Fred, Hulk, Luis Fabiano, Lucas, Neymar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

up