2012 - Ano do Corinthians?


Como todos sabem, sou uma verdadeira apaixonada por música e futebol - duas coisas das quais não vivo sem! Então, só notei agora que não havia mencionado nada sobre a vitória na raça do Mundial e tudo que envolvia...

Lembro-me bem da notícia, num fim de ano sobre a vinda do Tite, que estava nos Emirados Árabes, e tudo que me lembrava sobre ele é que tinha sido técnico do Inter - sim, não me lembrava de sua passagem anterior pelo Corinthians...
Na época, mesmo com o jogo retrancado, era grande fã do Mano Menezes e sentia a falta dele no comando da equipe, mas, mesmo assim, decidi dar uma chance ao novo técnico.
Logo de cara, o Tite já havia me conquistado e nem queria saber da volta do Mano... Depois, ao longo dos tempos, ao saber que o Tite era formado pela PUC-Campinas (tudo bem, em Educação Física, mas é formado pela PUCC), virei ainda mais fã.
Aquela eliminação da Pré-Libertadores foi realmente um vexame - talvez o maior da história do Corinthians! Mas em momento nenhum culpei o Tite por isso. Para mim, se é que teve um culpado, ele certamente não era o Tite. Fui uma das poucas defensoras do Tite, junto com Andrés, presidente na época, e pequena parte da torcida...
E o título do Brasileiro de 2011 só me provou que eu, o Andrés e pequena parte da torcida estivemos certos todo o tempo em defendê-lo!
O Corinthians é um time de luta e raça e o rebaixamento em 2007 e a derrota na Pré-Libertadores de 2011 só serviram como lições para que o Corinthians aprendesse com seus próprios erros e fracassos e desse a volta por cima.


Ganhamos o Brasileiro de 2011, a tão sonhada e esperada Libertadores 2012 (de forma invicta, devo mencionar, motivo de maior orgulho) e o nosso segundo Mundial (somos Bicampeões do Mundo, de acordo com a FIFA)...
Perdemos o Paulista, não disputamos a Copa do Brasil e ficamos "apenas" em 6º no Brasileirão 2012 ("Apenas"? Para um time que largou o Paulista e o Brasileirão de lado para se dedicar apenas à Libertadores, passou boa parte do 1º turno do Campeonato Brasileiro na zona de rebaixamento ou lutando contra ela e terminou o campeonado em 6º lugar - seria 5º, se não tivesse perdido para o São Paulo na última rodada).

Não aprovo a bagunça e a sujeira que os torcedores fizeram no aeroporto, antes do Corinthians partir para o Mundial, mas que foi lindo ver tantos Corinthianos juntos, mandando vibrações positivas para o time e apoiando, isso foi.
Jamais imaginei que veria uma cena dessas! Foi uma festa linda, mesmo com seus pontos negativos, e o Corinthians merecia ter essa força da torcida antes de partir...
No Japão, então, foi sensacional ver, pela tv (é claro), milhares de Corinthianos reunidos, do outro lado do mundo, para festejar e empurrar o time para a vitória. Perdi o primeiro jogo, pois estava no estágio, mas, no domingo acordei cedo, como todos os Corinthianos, simpatizantes e antis, e vi a tão esperada vitória sobre o Chelsea.
Jamais me esquecerei de todas as alegrias que esse time do Corinthians e o Tite me proporcionaram...

Por todas as vitórias, lutas e incentivos da torcida, além de todo o reconhecimento alcançado, 2012 foi sim o ano do Corinthians. Ano de guerreiros, batalhadores. Ano de mostrar que nunca desistir é a melhor coisa, pois, cedo ou tarde, sempre alcançamos nossos objetivos. Ano de ensinar que pedras no caminho são obstáculos a serem alcançados, não coisas que vão nos tirar do caminho para atingirmos nossos objetivos. Ano de ensinar que nossos sonhos são possíveis. Ano de ensinar que podemos sim aprender com nossos erros e podemos nos tornar melhores do que costumávamos ser.
Obrigada Corinthians e Tite por todas as alegrias que nos deram!
E que venham mais vitórias em 2013 para serem comemoradas!

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

up