Olimpíadas 2012 - Brasil


Confesso que, desde que o Rafael Cabral se lesionou, pouco antes das Olimpíadas, não acreditava mais cegamente no ouro brasileiro.
Ainda mais depois de tantas decepções que vi, em todas as partidas que assisti (que foram todas as partidas do Brasil nas Olimpíadas com exceção dos jogos durante a semana, no período da manhã)...
Mas, como Brasileiro acredita até o fim e nunca desiste, eu mantive uma pequena esperança de que, no fim, o Brasil me surpreenderia.
Hoje, vi um Brasil ainda mais apático que antes. Mas também vi muitos erros de arbitragem. E muitos erros do Mano, que deixei de defender há algum tempo.
Devo ressaltar que vi alguns jogadores dando o máximo de si, mesmo com alguns erros que tiveram, e mostraram garra até o último minuto.
Dos que entraram em campo em algum jogo dos Jogos Olímpicos 2012, os que eu realmente vi se esforçando foram:
Marcelo e Rafael Silva : jogaram de zagueiros, laterais, meia-atacantes, meia-armadores, atacantes, tudo quando foi necessário. Se fosse necessário, lá estavam eles tentando defender a falha do Gabriel.
Oscar : Mesmo com todas as dificuldades, jogou bem. Mais ou menos no estilo que se via o Oscar jogando no Inter de Porto Alegre.
Leandro Damião : Leandro Damião é o tipo de jogador que sabe estar no lugar certo e na hora certa. E consegue resolver as partidas, se houver uma jogada bem construída que parar nos seus pés.
Neto : Nas poucas partidas que atuou, pode não ter sido excelente, mas foi eficiente. Resolveu, defendeu bem e correu atrás de defender as bolas.
Lucas : Não foi excelente, mas não foi ruim. Entrou por pouco tempo e fez o que esteve ao seu alcance nos poucos minutos que o colocaram em campo. Poucos minutos dificilmente mudam a história que já segue o fluxo errado.
Rômulo : Não foi excelente, mas foi uma surpresa positiva que tive. Jogou bem em praticamente todas as partidas e é um dos atletas que acho que tem futuro na Seleção.
Hulk : Raça, Garra e Luta. Isso é o que vejo no Hulk. Pode não ter sido excelente, mas foi esforçado.

Era para eu ter escrito um post após o primeiro jogo (ficou no caderno, como rascunho). Depois, após o segundo e terceiro jogo. Mas, como a Seleção não me empolgava, não tinha empolgação de digitar o que havia escrito no caderno.
Agora, minha motivação, foi escrever para criticar alguns pontos ruins e exaltar alguns pontos bons.

Juntei todos os posts do twitter, feitos hoje, exaltando as vitórias que eu acho que merecem ser muito exaltadas.

Esquiva e Yamaguchi Falcão, Sarah Menezes, Arthur Zanetti, Sergio Sasaki... Alguns nomes que me deram muito orgulho nessas Olimpíadas. Alguns ganharam medalhas. Outros, não ganharam medalhas, mas mesmo assim, conseguiram feitos inéditos. Mesmo sem ter o salário dos jogadores de futebol (que mais uma vez decepcionaram desde o início), sem ter grandes patrocínios e sem serem tão conhecidos, derrubaram as barreiras e preconceitos e foram campeões de suas próprias batalhas... (Esqueci de mencionar a Adriana do Boxe, que tb teve um feito inédito!)

Esquiva conquistou a prata, após uma derrota que, até onde entendi, foi contestada pelo técnico do brasileiro. Yamaguchi foi bronze. Adriana também foi bronze. Três conquistas que significaram muito para o Brasil que não conquistava uma medalha olímpica no esporte há vários anos. A própria medalha de prata já é uma conquista inédita para o Brasil, que, até onde li, nunca chegou numa final olímpica desse esporte.
Sarah Menezes foi a primeira mulher brasileira a chegar nas semifinais do Judô. Depois, foi a primeira mulher a chegar na final do judô. E ainda foi a primeira mulher brasileira a conquistar o ouro no judô!
Sergio Sasaki foi o primeiro ginasta brasileiro a estar entre os 10 melhores no individual geral de ginástica. Já Arthur Zanetti conquistou um ouro que, até onde entendi, é inédito para o Brasil..
Tivemos outras medalhas, mas acho que as conquistas que merecem ser mais exaltadas são os feitos inéditos que tivemos. Muitos, em esportes que nem tem tanto patrocínio e badalação...

Parabéns Brasil pelas vitórias. Que as derrotas sirvam como lição aprendida e que não se repitam - pelo menos não de forma tão ruim como aconteceram...

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

up