Sábado à Noite, Babi Dewet


"Sábado à noite" é o livro de estréia da autora brasileira Babi Dewet.
Sábado à Noite surgiu na Internet, como uma fanfic, tendo o McFly como personagens principais. Lembro-me que sempre que entrava no site do FanFicAddiction, essa fanfic sempre estava em destaque.
Sábado à Noite, Babi Dewet
Editora: Independente
Páginas: 288 páginas
Ano: 2010
Site Oficial da Autora: www.babidewet.com
Site sobre o Livro: http://www.babidewet.com/san/sinopse

Classificação (@gabiinm) : ♥♥♥♥♥

Sobre o Livro:
SAN, como também é conhecida, conta a história de "um amor jovem, verdadeiro e conflitante", como a própria autora o descreve.
Amanda é bonita e popular. Seu melhor amigo, Bruno, é da turma que sempre arranja encrenca: os marotos. Amanda sempre foi apaixonada pelo mesmo garoto - e, quando essa paixão mal-resolvida volta a aparecer, Amanda precisa escolher entre sua amiga e seu grande amor. Com essa escolha, ela acaba magoando não só as outras pessoas, como ela mesma.
Como se isso não bastasse, o diretor do colégio inventou de fazer bailes aos sábados e colocou uma misteriosa banda mascarada (os "Scotty") para tocar. Os "Scotty", além de conquistarem a todos com seu talento, ainda cantavam exatamente o que Amanda estava vivendo - ou seria coisa da cabeça dela?

Opinião:
Gostei muito da forma que a Babi construiu a narrativa - que ficou leve, divertida e apaixonante.
O melhor ponto do livro? As músicas que os Scotty tocavam todo sábado à noite.

Apesar de ter sido inspirada no McFly, não consegui imaginar os personagens na minha cabeça como foram descritos pela Babi - talvez porque os nomes dos personagens tenham me lembrado um pouco de pessoas que conheci e/ou personagens já existentes. E, sim, eu sei que é o Daniel que está desenhado na capa (ou, pelo menos, suponho que seja), mas toda vez que eu imaginava o Bruno, associava à essa imagem.
Gostei muito da forte amizade que existia entre a Guiga, a Amanda e a Anna e achei os quatro "Scotty" (Daniel, Bruno, Caio e Rafael) muito fofos - mas tenho que admitir que achei o Bruno, o Caio e o Rafael muito mais fofos que o Daniel.
Como já falei na postagem do "Essa Semana #1", meu #bookcrush desse livro foi o Bruno: fofo, amigo de verdade, apaixonado - claro, que também tem os seus defeitos!

Desde que ouvi falar que SAN ia virar livro, fiquei empolgada. Demorei um pouquinho pra comprar o livro - fui comprá-lo só na Bienal SP. E, só não o li antes, porque já tinha alguns livros esperando para serem lidos a algum tempo. Quando li, não me decepcionei nada! E me viciei nessa história...
Realmente, estou torcendo para que a Babi faça uma continuação!
"No Domingo, Amanda se levantou e trocou de roupa. Vestiu casaco preto por cima da blusa branca comum, pôs uma calça jeans e estava quase calçando seu velho All Star quando começou a rir. Por que iria calçar um All Star? Ela não costumava usar tênis!
Céus, o que Daniel tinha feito com ela?"(Pág.261)

Sinal de vida :)

OMG... Ainda não acredito que acabei desistindo do meme no final...
Esse semestre foi bem corrido na faculdade - tanto que, mesmo sem ir mal em prova nenhuma, tive aulas até sexta-feira!...
Mal tive tempo de ler, postar ou qualquer outra coisa - só tinha trabalhos, trabalhos, provas, provas e mais trabalhos... todos com prazos curtos para entrega!
Agora, logo vou viajar, mas pretendo tentar dar algum ritmo a esse blog e ao TriFocais - o meu Tumblr vive com posts novos por ser bem mais fácil [basicamente, são só fotos!]...

Meme Literário de Um Mês - Dias 18 e 19

Continuação do Meme Literário de Um Mês criado pelo blog da Happy Batatinha

Dia 18 – um início de livro que você gosta
1. "Don't you just love goodbyes?"
- Mew, "156"

O dia quem que terminei com meu namorado Evan foi o dia em que ele compôs a música. Vocês sabem, a música. Tenho certeza de que já ouviram. Talvez tenham dançado enquanto ela tocava na formatura ou cantado em seus carros numa sexta-feira à noite enquanto dirigiam e imaginavam que deveria ser desumano sentir-se tão feliz, as janelas abaixadas e nada além do ar a sua volta. Todas as mães provavelmente a cantarolaram enquanto limpavam o filtro da secadora de roupas e seus avôs muito provavelmente já assoviaram alguns compassos. Se foram do tipo que assovia.

Esse é o nome do primeiro capítulo e o primeiro parágrafo do livro "A Música que Mudou Minha Vida", de Robin Benway.
Gosto muito desse capítulo porque acho que ele realmente introduz bem a história de Audrey e da tão famosa "música" que a história conta. A orelha do livro foi escrita pela Anna Julia, da tão famosa música que foi composta e cantada pelos caras do "Los Hermanos".







Dia 19 – um livro que mudou a tua cabeça sobre um determinado assunto
"O Símbolo Perdido", do autor Dan Brown.
Dan Brown sempre aborda temas polêmicos em suas obras. Foi assim com "O Código da Vinci", "Anjos e Demônios", "Fortaleza Digital" e "Ponto de Impacto", portanto, não poderia ser diferente com o livro "O Símbolo Perdido".
Nesse livro, Dan Brown aborda, entre outros temas, a Maçonaria e o impacto dela em Washington, a capital dos Estados Unidos da América.
Confesso que esse livro mudou a minha cabeça sobre esse tema tão polêmico e tão pouco discutido. E também confesso que foi para melhor.
Recomendo a todos que leiam esse ótimo livro de Dan Brown! De verdade...


Meme Literário de Um Mês - Dia 17

Continuação do Meme Literário de Um Mês criado pelo blog da Happy Batatinha

Dia 17 – uma personagem de livro que você gostaria de chamar de seu


I must confess: Michael Moscovitz, da série "O Diário da Princesa", é o príncipe dos príncipes *.* (exagerei um pouquinho, eu sei! lol)

Mas sim, cresci lendo "O Diário da Princesa" e lendo sobre o Michael... Michael era o meu personagem preferido na pré-adolescência (e ainda continua sendo). Ele é perfeito!

Pra ser sincera, sempre o imaginei exatamente como o Robert Schwartzman (foto) que o interpreta no filme "O Diário da Princesa" (e que, por sinal, faz parte de uma das melhores bandas ever: Rooney!)...

Já li vários livros que tinham um #bookcrush , mas o Michael, apesar de todos os seus defeitos, ainda ganha de todos!

Meme Literário de Um Mês - Dia 16

Continuação do Meme Literário de Um Mês criado pelo blog da Happy Batatinha

Dia 16 – um livro que você gostou e que virou filme
"Avalon High", da Meg Cabot - apesar do fato de que eu ainda não assisti o filme!
O filme estreou dia 12 de novembro (Sexta-Feira passada) no Disney Channel americano e eu ainda não sei quando vai ser a estréia no DC brasileiro! :/
Como amei a história e sempre imaginei que daria um belo filme, acho que "Avalon High" é a escolha certa para o Meme de hoje.

Meme Literário de Um Mês - Dias 12, 13, 14 e 15

Continuação do Meme Literário de Um Mês criado pelo blog da Happy Batatinha

Dia 12 – um livro que te faz lembrar alguém
Um livro que me faz lembrar alguém?
Essa é uma pergunta difícil... Muitos livros me lembram de alguém ou de algum momento.
"O Diário da Princesa", da Meg Cabot, é um livro que me lembra de um momento bem específico na minha vida e, por causa disso, me lembra várias pessoas importantes que passaram pela minha vida.







Dia 13 – um livro que você gostaria que virasse filme
Não sou muito fã de adaptações de livros para o cinema (ou para a TV) porque, geralmente, o filme perde a graça que o livro tinha. Eu explico: quando lemos o livro, imaginamos a história tal qual foi escrita e construimos os personagens na nossa cabeça. Quando vemos o filme, geralmente ficamos desapontados porque a história ficou mais "comercial" para o filme ser mais rentável e muitas coisas acabam se tornando bem diferentes da idéia original do autor.
Mesmo assim, confesso que eu adoraria ver o livro "Sorte ou Azar", da Meg Cabot, como um filme. A história é apaixonante e contagia. Creio que esse seria um ótimo filme!






Dia 14 – personagem de livro favorita: pode ser homem ou mulher.
Jacob, da Saga Crepúsculo, criado pela Stephenie Meyer! Principalmente, no livro "Amanhecer".
Amigo, Apaixonado, Fiel, Leal, Engraçado, Incrível! Precisa de mais motivos?














Dia 15 – um livro que te conforta: aquele que você gosta de ler quando está triste, jururu, beiçuda com o mundo. O livro-chocolate da sua vida.
Qualquer chick-lit! Desde Meg Cabot, passando por Rachel Gibson, entre outros...

Meme Literário de Um Mês - Dias 10 e 11

 Continuação do Meme Literário de Um Mês criado pelo blog da Happy Batatinha

Dia 10 – um livro que você não terminou de ler
No Meme do dia 07 (link) eu já tinha falado sobre o livro que nunca terminei de ler e os motivos que me levaram a desistir dele. O livro é "O Estilo Bill Gates de Gerir", de Des Dearlove. Caso queira saber mais sobre a minha opinião, leia aqui.


Dia 11 – tipo de livro favorito: Romance? Suspense? Aventura? Ficção?

Se você me perguntasse sobre o meu tipo de livro favorito há algum tempo atrás, te diria, sem pensar duas vezes, Chick-Lit - mas também te diria que livros no estilo "Dan Brown" também me agradam muito!
Se você ver minha estante, provavelmente dirá que realmente Chick-Lit ainda deve ser o meu estilo preferido. De fato, sempre foi. Mas nesses últimos anos, tenho me interessado também por livros de ficção científica, suspense, fantasia e até biografias. Hoje em dia, gosto de todos os tipos de livro, desde que tenham uma história interessante e proporcionem uma leitura agradável!
Quando criança, fui incentivada pela minha mãe (professora) a fazer da leitura um hábito. E, desde então, não parei.


Meme Literário de Um Mês - Dia 09

Continuação do Meme Literário de Um Mês criado pelo blog da Happy Batatinha

Dia 09 – a melhor cena que você já leu: assim como nos filmes, sempre tem uma cena literária que fica marcada na nossa memória

Ao ler o meme de hoje, a primeira cena que veio na minha cabeça foi a cena que é contada nas páginas 227 e 228 do livro "A Princesa Apaixonada", que é o terceiro volume da série “O Diário da Princesa”, da Meg Cabot.

Poderia facilmente citar outras cenas de livros que me marcaram - ou até mesmo outras cenas de outros livros da série “O Diário da Princesa”, uma vez que cresci os lendo e eles marcaram pontos realmente importantes da minha vida - , porém, essa foi uma cena que realmente me marcou na época e até hoje me recordo de cada detalhe dela.

Decidi colocar um trechinho dessa cena (e espero que não tenha colocados spoilers - caso alguém não tenha lido esse livro ainda) - um trechinho realmente fofo:



Então aquela bandeira acenou na tela, em frente às rosas, como se estivesse flutuando no vento. A bandeira tinha algumas palavras escritas em letras douradas. Quando ela parou de oscilar, eu pude ler o que as palavras diziam:

Rosas são vermelhas
Violetas são azuis
Você pode não saber
Mas eu também amo você


Eu berrei e pulei para fora da cadeira, derrubando-a atrás de mim.
Todo mundo começou a rir. Acho que eles pensaram que eu tinha visto a diretora Gupta em seu traje de couro.
Só Michael sabia que eu não tinha visto isso.
E Michael não estava rindo.

Meme Literário de Um Mês - Dia 08

 Continuação do Meme Literário de Um Mês criado pelo blog da Happy Batatinha
Dia 08 – um livro que todos deveriam ler pelo menos uma vez

Pensei em falar sobre "Ponto de Impacto", de Dan Brown, "Todo Garoto Tem", da Meg Cabot, ou "Sorte Ou Azar", da Meg Cabot. 
Mas mudei de idéia ao me lembrar de um livro que comprei da quinta série para as aulas de Ensino Religioso: "Histórias para o coração", organizado pela Alice Gray. Sim, esse livro não tem um único autor! Há desde provérbios (chineses, entre outros), passando por histórias de Max Lucado, até uma história que conta sobre o dia em que o Bart Simpson orou (que, inclusive, foi um pedaço de um episódio de "Os Simpsons").
Independentemente de sua religião, as histórias desse livro falam de superação, de amor ao próximo, de esperança, de compaixão, de incentivo, entre outros temas tão bonitos de serem abordados. 
Por isso, esse livro é a minha indicação de hoje.

Essa Semana #2


Essa Semana...   Meme semanal hospedado pelo Lost in Chick Lit , onde compartilhamos pequenas informações sobre a nossa semana literária. Tendo como principal objetivo encorajar a interação entre os blogs literários brasileiros, fazer amizades e conhecer um pouquinho mais sobre outras pessoas apaixonada por literatura. Tem interesse em participar? Saiba como aqui !

♥ Leitura do momento:
Last Night At Chateau Marmont, da Lauren Weisberger


♥ Li essa semana:
Sábado à noite, da Babi Dewet

♥ Resenhei essa semana:
Infelizmente, nada [de novo]:x

♥ Ultima Compra:
Uma Melissa Aranha preta.

♥ Desejo Comprar Urgentemente:
Muitos livros e box de séries. Quero o box de Glee, 10TIHAY, Gilmore Girls (exceto temporadas 5 e 7),... Também quero os últimos lançamentos da Meg, Halo, alguns livros da Editora iD, e muitos outros...

♥ Conversa imaginária com personagem fictício:
"Joey, ainda não acredito no que você fez no episódio 1x20 (o último!). Eu gostava de você..."

(Joey é um personagem da série 10 Things I Hate About You, que, infelizmente, foi cancelada)

♥ Eu falaria para o autor:
Babi, arrasou! Estou viciada em SAN *.* [2]

E quero uma continuação!

♥ Estado de Espirito Literário:
Quero ler. E, essa semana, quero ler livros em inglês!

♥ Literary Crush (paixão literária do momento):
Pode não ser literária, mas ainda assim continuar fictícia? Patrick Verona, da série 10 Things I Hate About You.

♥ Queria ver no Brasil:
Elixir, da Hilary Duff

The Cinderella Society, da Kay Cassidy

♥ Im in mood for... (gênero literário do momento):
Ação, Chick-Lit, YA,... [2]

♥ Hey Mr, Postman (ultima coisinha que chegou do correio):
Nada :x Meu correio não é agitado! [2]

♥ Super Quote:
"So come here and close your eyes
Lie back, release your mind
and let the world fall down
while I'm by your side" (I'll Be Your Man, McFly)


Confesso que a voz do Tom cantando essa música não saiu da minha cabeça desde que a ouvi pela primeira vez!

♥ Vi e viciei (booktrailers, trailers, videos whatever):


Trailer da Série PLL (em inglês)




Trailer da Série 10TIHAY (em inglês)

Meme Literário de Um Mês - Dia 07

Continuação do Meme Literário de Um Mês criado pelo blog da Happy Batatinha

Dia 07 – um livro que achou difícil de ler: o difícil pode ser tecnicamente (ortografia, estilo) ou emocionalmente.
Se eu fosse escolher um livro tecnicamente difícil (e chato, eu confesso) de ler, diria "Memórias Póstumas de Brás Cubas" (por ser beeeeem confuso) e "Iracema" (por ser tão descritivo que deixa a leitura cansativa). Mas, para esse post, quis escolher o único livro que eu abandonei de verdade - mas que pretendo terminar antes que o próximo semestre na Universidade se aproxime - : "O Estilo Bill Gates de Gerir", de Des Dearlove.
Vou contar o motivo da desistência: sempre estive em dúvida sobre o melhor curso para eu fazer na graduação - ficava entre Jornalismo, Relações Internacionais e Sistemas de Informação. Eis que então eu decido fazer Sistemas de Informação. Já estava me questionando se me sairia bem em matérias relacionadas à Matemática e algumas técnicas - dizem que na Graduação tudo é mais difícil. Então, após terminar o livro de Steve Jobs (um gênio e louco ao mesmo tempo, mas que eu admiro demais), decidi ler um livro contando sobre o Bill Gates (outro gênio e louco que eu admiro bastante). Só que eles são tão inteligentes (estão mais para gênios, para dizer a verdade) que eu comecei a pensar que na minha sala só teria gente assim e eu não conseguiria acompanhar as matérias (besteira minha, eu sei). E quase desisti do curso por causa desse livro. Então eu preferi abandoná-lo e me arriscar em SI. Descobri que nem só de Nerds&Geeks vive uma sala de SI na Universidade. Temos de tudo um pouco! E eu acho que não poderia ter feito melhor escolha para minha primeira graduação. So here I am, terminando o segundo semestre de SI - e até agora, sem DP's - e pensando em voltar a ler o livro e terminá-lo.

Meme Literário de Um Mês - Dia 06


Continuação do Meme Literário de Um Mês criado pelo blog da Happy Batatinha

Dia 06 – capa de livro favorita
Várias são as capas pelas quais me apaixonei. Dos atuais (e que ainda não li e nem os tenho), citaria Halo, Perfeitos, Fazendo o Meu Filme 3, entre outros...
De capas internacionais, de livros que ainda não li e nem os tenho, citaria as capas de Single in the City, Amy and Roger's Epic Detour, Coffeehouse Angel, entre outros...
Confesso que já me interessei por livros por causa de sua capa (e, depois, por causa do seu conteúdo) e também já comprei livros nos quais me interessei, primeiramente, pela capa (e então, gostei do conteúdo) - como os livros Last Night at Chateau Marmont e This Charming Man (sim, eu amei a capa de estrelinhas!).
Dos livros, em português, que eu tenho, gosto muito da capa de Preciso te Contar uma Coisa, Todo Garoto Tem e O Garoto da Casa ao Lado.
Pensei bastante e cheguei a uma conclusão sobre as duas capas que eu mais gosto. São dois livros que tenho e que amei ter lido: Sábado à Noite e Garoto Encontra Garota.

Sábado à Noite foi um desses livros nos quais, além de me apaixonar pela sinopse e por todas as resenhas lidas, ainda tem uma capa de arrasar. O desenho é lindo; a capa toda preta-e-branca com um único coração vermelho; e, até mesmo, a fonte usada e o estilo dela tornam a capa perfeita.

O livro Garoto encontra Garota foi comprado na época de seu lançamento no Brasil. Sim, sou uma grande fã da Meg Cabot desde que seu primeiro livro foi lançado no Brasil [ cresci com a Mia Thermopolis #momentodramático ]. Depois de um tempo, comecei a reparar mais na sua capa e me apaixonei. Essa capa foi motivo de inspiração de alguns trabalhos de Artes que fiz em meus tempos de escola. E, sim, a cada vez que vejo sua capa, lembro de toda a história do livro, que amei ter lido.

Meme Literário de Um Mês - Dia 05


Continuação do Meme Literário de Um Mês criado pelo blog da Happy Batatinha

Dia 05 – o primeiro livro que você lembra de ter lido
"Qual foi o primeiro livro que li?" é uma bela pergunta... O primeiro livro que me lembro de ter lido foi o livro "Uma Professora Muito Maluquinha", do Ziraldo. Lembro que adorava ler a história daquela professorinha e ver os desenhos que estavam em todas as páginas do livro. Cada vez que lia, conseguia reparar uma coisa nova no desenho e imaginava a história na minha cabeça, como se fosse um filme. Me divirto até hoje, ao reler esse livro que ganhei da minha madrinha quando era criança...

Meme Literário de Um Mês - Dias 01,02,03,04

O blog da Happy Batatinha fez um Meme Literário de Um Mês muito interessante. E, como esse blog anda a little bit "paradinho" (comecei a dar um pouquinho mais de prioridade ao TriFocais) , achei que seria interessante postar o Meme aqui. Como perdi os três primeiros dias, vou fazer um post 4-em-1! Então, vamos lá...


Dia 01 – um livro que te surpreendeu completamente

Vou ser bem sincera, o livro que me surpreendeu completamente é um livro que eu li na quarta série (em 2001). A professora pediu para lermos o livro e faríamos uma prova sobre ele. O livro chama-se "Aventura na Amazônia", de Dave Gustaveson, e conta a história de uma turma de amigos missionários (isso não deixa o livro boring, não importa a sua religião) que vêm para a Amazônia e acabam se envolvendo em várias aventuras e muito suspense.
Sim, sou a única que tem ele na estante do Skoob (e mal achei informações sobre o livro na Internet), mas eu recomendo esse livro. Não esperava que fosse tão interessante - at least, para minha cabeça de 4ª série!


Dia 02 – um livro que te fez chorar

Apesar de já ter chorado assistindo Tarzan e Procurando Nemo, nunca tinha chorado por um livro antes de ler "Querido John", de Nicholas Sparks. Como disse na resenha que fiz para o Skoob, o que mais me emocionou foi a forma como o autor trata dos relacionamentos entre os personagens e, principalmente, como ele trata o relacionamento entre John e seu pai. Como afirmei nessa resenha, "Querido John", pra mim, é um livro sobre o verdadeiro amor e sobre escolhas. E, sim, sobre relacionamentos (familiares, afetivos e amorosos) também.





Dia 03 – o melhor livro que você leu nesses últimos 12 meses
Essa é uma escolha complicada. Li muitos livros maravilhosos nesses últimos 12 meses. Pensando em todos os livros que li, tentei fazer um top 3 dos melhores. Não sei se era válido, mas gostei muito de ter lido os livros "O Símbolo Perdido", de Dan Brown, "Preciso Te Contar uma Coisa", da Melissa Hill, e " Ela Foi Até o Fim", da Meg Cabot (não necessariamente nessa ordem!). Dan Brown e Meg Cabot são escritores geniais e eu sou muito fã deles há um certo tempo. Já o livro "Preciso Te Contar uma Coisa" entrou nesse lista por, além de ter uma capa linda, ter uma história bastante interessante. Foi um livro que gostei bastante de ler.


Dia 04 – um livro que você leu mais de uma vez

Sinceramente, amo ler, mas gosto mais de ler coisas que ainda não li, do que reler coisas antigas. Mas gostei tanto de ter lido "Todo Garoto Tem", da Meg Cabot que li mais de uma vez. Tem outros livros que pretendo, futuramente, reler.











Amanhã volto para mais um dia de Meme.

That's it!

xoxo

Essa Semana #1

Essa Semana...   Meme semanal hospedado pelo Lost in Chick Lit , onde compartilhamos pequenas informações sobre a nossa semana literária. Tendo como principal objetivo encorajar a interação entre os blogs literários brasileiros, fazer amizades e conhecer um pouquinho mais sobre outras pessoas apaixonada por literatura. Tem interesse em participar? Saiba como aqui !

♥ Leitura do momento:
Sábado à noite, da Babi Dewet

♥ Li essa semana:
A Breve Segunda Vida de Bree Tanner, da Stephenie Meyer
Sábado à noite, da Babi Dewet

♥ Resenhei essa semana:
Infelizmente, nada :x

♥ Super Posts:
Do @TriFocais :
2º Encontro de Blogueiras =D
WebDica: Trident - Relaxa, vamos rir mais!

♥ Ultima Compra:
Mais esmaltes para minha pequena coleção

♥ Desejo Comprar Urgentemente:
Muitos livros e box de séries. Mas quero muito comprar o livro "The Cinderella Society", da autora Kay Cassidy

♥ Conversa imaginária com personagem fictício:
"Bruno, como você consegue ser um amigo tão fofo?" (para o Bruno de "Sábado à noite")

♥ Eu falaria para o autor:
Babi, arrasou! Estou viciada em SAN *.*

♥ Estado de Espirito Literário:
Estou fazendo uma lista de livros que pretendo ler. Já tem cerca de 29 livros, pelo menos, nela! Mas ainda tenho alguns livros a serem lidos...

♥ Literary Crush (paixão literária do momento):
O Caio, o Rafael e o Daniel são fofos, mas o Bruno (SAN) é a minha atual Literary Crush!

♥ Queria ver no Brasil:
Elixir, da Hilary Duff

♥ Im in mood for... (gênero literário do momento):
Ação, Chick-Lit, YA,...

♥ Hey Mr, Postman (ultima coisinha que chegou do correio):
Nada :x Meu correio não é agitado!

♥ Super Quote:
"I feel like a hero and you are my heroine
Do you know that your love is the sweetest sin?" (Hero/Heroine - Boys Like Girls) - Essa música não saiu da minha cabeça durante essa semana.

♥ Vi e viciei (booktrailers, trailers, videos whatever):

p.s.: Michael Bublé arrasa! ;)

[Release] Halo - Alexandra Adornetto

Halo – Um amor que ultrapassa as barreiras do céu e do inferno
Autora: Alexandra Adornetto
Editora: Agir
Formato: 16 x 23 cm
Número de páginas: 472 páginas
Preço de capa: R$ 39,90
    Halo ― Um amor que ultrapassa as barreiras do céu e do inferno, romance de estreia no Brasil da jovem australiana Alexandra Adornetto, de apenas 18 anos, apresenta ao leitor uma mitologia original e uma trama que carrega o frescor da série Harry Potter combinado à abordagem cuidadosa dos dilemas juvenis que fizeram de Crepúsculo um fenômeno. O livro, publicado pela Editora Agir, é o primeiro de uma trilogia que já vem se tornando uma febre em todo o mundo: lançado nos EUA no último dia 31 de agosto, Halo entrou diretamente na quarta posição da lista dos livros mais vendidos do New York Times.
    A pacata cidade de Vênus Cove está prestes a sofrer mudanças drásticas quando forças do mal ameaçam causar destruição e sofrimento em toda a região. Para combatê-las, os anjos Gabriel, Ivy e Bethany são enviados ao local, disfarçados como irmãos, para frear os acontecimentos. Proibidos de relevar sua verdadeira identidade, o grupo vê sua missão ser colocada em risco quando Bethany, a mais inexperiente dos três, se apaixona por um humano e não consegue lidar com os próprios sentimentos recém-adquiridos.
    O tema central da obra é o universo adolescente, repleto de descobertas e angústias que nem sempre são compreendidas pelos adultos. Os três irmãos são um protótipo perfeito da família bem estruturada, na qual Gabriel e Ivy, os mais velhos, representam o papel de pais de Beth: são aqueles que devem guiar a “adolescente” por um mundo de responsabilidades. A caçula, no entanto, sob a veste humana, experimenta sentimentos inquietantes, como a descoberta do primeiro amor e as questões ligadas à sexualidade, muitas vezes se sentindo dividida entre o respeito e a revolta.
    Uma das principais características de Halo é a forma doce e verossímil pela qual Bethany narra seus encontros e desencontros ao se mudar para o plano terrestre em companhia dos irmãos. Ao longo do texto, por meio de diálogos carregados de humanidade, acompanhamos a transformação da menina, que cresce e amadurece diante dos olhos dos leitores. A linguagem e as expressões tipicamente adolescentes marcam de forma eficaz o período de vida da personagem, bem como seus sentimentos mais profundos ao se deparar com a nova realidade. Ao contrário das orientações de Gabriel, o anjo guerreiro, ela cria um círculo de amizades, fortalece vínculos com humanos e se aproxima de Xavier Woods, o atraente capitão do time de futebol americano do colégio. Para confundir ainda mais seus sentimentos, Bethany conhece Jake, um misterioso rapaz de passado desconhecido.
    A trama escrita por Alexandra Adornetto é repleta de reviravoltas que agradarão em cheio aos adoradores da literatura fantástica contemporânea, fundamentalmente os romances paranormais. O mundo dos anjos se tornou uma realidade possível para os leitores, e Halo ― Um amor que ultrapassa as barreiras do céu e do inferno― primeiro volume da trilogia a ser seguido por Hades  e Heaven (Inferno e Céu, tradução literal) ― comprova que o amor é capaz de reduzir diferenças e promover a harmonia entre os mais diversos grupos.



Alexandra Adornetto nasceu na Austrália em 1992. Aos 13 anos escreveu a trilogia The shadow thief, publicada pela Harper Collins australiana em 2007. Em 2006 recebeu o prêmio State Legacy Public Speaking, dedicado a novos escritores australianos.

 Fotos encontradas na Internet.
Texto cedido pela Editora Agir para o Release.


3OH!3 no Brasil

Bem, vim aqui falar um pouquinho sobre o show que fui ontem no HSBC Brasil, em São Paulo.
College 11
Não esperava muito deles, por ter ouvido falar pouca coisa sobre eles, mas torcia para que fossem bons, pois eles abrirão o show do All Time Low no Brasil (no Via Funchal). Bem, devo confessar que gostei deles. Eles são bem vestidos, têm um estilo parecido com o de artistas gringos e me lembraram um pouco Selena Gomez & The Scene [vídeo do College 11 no Acesso MTV]
Hevo 84
Não sei o que esperava deles, não sei o que achei do "show" deles. A única coisa que sei é que a música que eu achava bem legal que toca nas rádios, por acaso, se chama "Passos Escuros" e é da Hevo 84. [vídeo]
Cine


Cine
O Cine sabe agitar a galera. Gosto do estilo deles, mas não sou fã. Em todo show que eles abrem há várias pessoas que os amam e várias pessoas que não gostam deles. E eles não estão nem aí pra quem fica falando palavrões para eles e os chamando de gays. Quer saber de algo? Acho que eles fazem bem. Como meu irmão mesmo disse ontem (não, ele não gosta de Cine), eles estão ganhando (dinheiro) pra estar lá, enquanto nós estamos "perdendo" (dinheiro) [a gente compra o ingresso, eles recebem dinheiro pra tocar]. Ontem foi a terceira vez que vi o Cine abrindo show de alguém (Jonas Brothers, Forever the Sickest Kids e 3OH!3).
3OH!3 : Nat segurando a bandeira do Brasil e Sean do lado
3OH!3 : Nat segurando uma super-carta jogada no palco por algum fã
3OH!3 : Nat e Sean
3OH!3 : Sean e Nat
3OH!3 , telão e os fãs
Depois de algumas fotos, vou falar um pouquinho das minhas impressões sobre o show...
O Nat e o Sean (3OH!3) realmente sabem como agitar! Cantaram "Starstukk", "Chokechain", "My First Kiss", "Double Vision", "I can't do it alone", "I can do Anything", entre outras. Dançaram e agitaram os fãs o tempo todo, além do fato de que todas as músicas do 3OH!3 são contagiantes! Foi um grande show e uma noite memorável, daquelas que jamais me esquecerei...

3OH!3 falando com o público, cantando um pedaço de "I know how to say" e cantando "I can't do it alone":

3OH!3 cantando um pedaço de "My First Kiss" e agitando a galera:

Vocês devem ter percebido que me diverti muito nesse show! Iria de novo, com certeza, e ainda indicaria pra todos. Além disso o show foi sold out (os ingressos foram esgotados)!

xoxo

#vainessa : Uma Banda Lá em Casa


Uma Banda Lá em Casa (título original: I'm in the band) estreou (segundo o Wikipedia) em 20 de Março de 2010 no Brasil.
É uma série original Disney XD e conta a história de um menino adolescente (Tripp Campbell [Logan Miller]) que conseguiu realizar o seu sonho de se tornar o principal guitarrista da banda Iron Weasel, que foi popular nos anos 80 e está retornando.
No elenco estão Caitlyn Taylor Love , Stephen Full , Greg Baker , Steve Valentine e Logan Miller .


Alguns deles já participaram de outras séries, como por exemplo Cold Case, Chuck, Monk, iCarly, ...
Curiosidade: Steve Valentine vai participar do filme original Disney Channel "Avalon High", baseado no livro de mesmo nome escrito por Meg Cabot.

Minha opinião: Não é a série mais "inteligente" (nada como Cold Case, Without a Trace, etc.), mas é exatamente o ser "bobinho", mais "leve" que torna essa série tão legal. A série é engraçada e tem um humor leve, graças às trapalhadas de Ash, Burger e Derek. O melhor dessa série é que, apesar do fato de que os episódios têm uma ordem, você consegue entender a história mesmo se assistir em ordem errada ou pular alguns episódios. Sim, me apaixonei pela série e me viciei completamente nela, a ponto de sempre colocar na Disney XD para saber se ela está sendo exibida (bem como Zeke & Luther, mas isso pode ser deixado para um post futuro)...
Rating (@gabiinm) : ♥♥♥♥♥
Para curtir:

Weasel Rock You



I wanna punch stuff



xoxo,
Gabii N.M.

#diadefilme : Keith


Já fazia um certo tempo que eu queria assistir ao filme "Keith" (2008). Para ser bem sincera, desde que tinha descoberto que o Jesse McCartney iria gravar um filme.
Vi o trailer, li a sinopse e só tive mais vontade de assistir.
Porém, por ser um filme independente e que não faz tanto sucesso lá fora, foi difícil conseguir assistí-lo.
Dia 23/ago, cheguei da faculdade e meu irmão me deu uma notícia muito feliz: Keith passaria no Telecine naquele dia!
Então, finalmente pude assistir esse filme.

Natalie Anderson (Elisabeth Harnois) é uma garota de dezessete anos com a vida aparentemente perfeita, que passa a maior parte de seu tempo jogando tênis para ingressar na Duke, uma faculdade bem conceituada.Sua vida vira de pernas pro ar quando ela conhece seu parceiro de laboratório Keith (Jesse McCartney), um rapaz problemático que vive com uma caminhonete amarela e tem uma vida bem diferente da dela. Keith criou um mundo de fantasia para fugir do real, o que vai deixar Natalie e todos a sua volta muito atormentados. A trama do filme é seguida por diversas aventuras e romance.

Keith era uma garoto problemático que decidiu que queria "brincar" um pouco com Natalie, uma garota perfeita vivendo uma vida perfeita. Só que os dois não contavam que começariam a ter a necessidade de estarem juntos, fazendo coisas malucas e se aventurando.
Sinceramente, não esperava tanto do filme. Pelo fato que demorou um certo tempo pra ser lançado lá fora; se foi lançado no Brasil o seu DVD, não foi divulgado; disseram que a renda de Keith nos cinemas americanos foi bem mais baixa que o esperado...
Mas, desde que ouvi falar que Jesse estava gravando esse filme (e depois, quando li a sinopse), queria muito asssistir.
O filme é bem melhor do que eu esperava. Em certos momentos, chega até a lembrar "Um Amor para Recordar". O filme é interessante, tem uma história consistente e um quê de independente. Te faz pensar no que realmente é importante na vida...
Rating (@gabiinm) : ♥♥♥♥

Pra quem se interessou, o trailer é esse:



A música que toca nesse trailer é "We can go anywhere", do próprio Jesse McCartney, que está no álbum Right Where you Want Me.

Vídeo achado no YouTube do Jesse cantando WCA:



Outro dia falo mais sobre o Jesse McCartney...

xoxo,
Gabii N. M.

Centenário do Corinthians ♥



Certas coisas são inexplicáveis. E eu considero o amor uma delas.
Seja amor ao time, a uma banda, a um lugar, a pessoas,...
Quem ama de verdade, é fiel ao que ama. Não interessa se o que você ama está bem ou mal.
E é por isso que acho tão interessante as torcidas dos times. A torcida está lá para vibrar, chorar, torcer, amar...
O time de futebol é a maior tradição que você consegue manter.
O torcedor está sempre apoiando o seu time "na alegria e na tristeza, na saúde e na doença", assim como um casamento.
Admiro o bom futebol e não tenho preconceito com time nenhum, mas o time que reina no meu coração é o Corinthians.
Amor inexplicável, inigualável. Paixão desde a infância, tradição.
Não interessa se ainda não temos um estádio e se passamos 100 anos sem ter um (agora teremos, mas o projeto começa a ser construído só em Janeiro), não interessa se o maior alvo de zoação dos outros times é o Corinthians, não interessa se algumas pessoas tem preconceito com corinthianos... Eu não ligo. Eu amo o meu time e grito pra quem quiser ouvir: Eu sou Corinthians até o fim!

Foto tirada por @gabiinm em 18.07.2010

Obrigada Corinthians pelos seus 100 anos de glórias, conquistas, lutas e muito suor!
Mais do que isso, obrigada por me deixar fazer parte da sua história, como toda essa Nação Corinthiana, que nasceu pra ser feliz.

Foto tirada por @gabiinm em 18.07.2010

I ♥ Corinthians 4ever

xoxo
Gabii N.M.

Novos Projetos de Estádio para São Paulo



Desde que vi o projeto de Arena que o Palmeiras apresentou, me apaixonei.

Os arquitetos envolvidos nesse projeto fizeram um excelente trabalho e, se tudo sair como o planejado, São Paulo terá um Estádio com o padrão Europeu.

Li uma vez que o Palmeiras não estava muito interessado em ter abertura ou encerramento da Copa de 2014 no seu estádio. Seu real interesse era em sediar os jogos da Seleção Italiana (se vier...). Verdade ou não, o Palmeiras é um time que se orgulha de suas raízes italianas, então, no projeto, as cadeiras do estádio eram todas vermelhas, brancas e verdes.

Foto retirada do Google

Foto retirada do Google
O Corinthians já vinha falando há um certo tempo sobre o seu projeto de estádio, mas nunca o mostrava de fato. Para quem, como eu, não agüentava mais esperar para ver, o Corinthians finalmente mostrou o seu projeto. Assisti no Fantástico ontem e hoje no Globo Esporte SP. O número de lugares, originalmente, era pra ser 48 000. Porém para sediar a abertura, é necessário ter pelo menos 65 000 lugares. O Corinthians pretende aumentar para 70 000 lugares o projeto. O Ministro dos Esportes, o governador de SP e o prefeito estão levando fé que esse estádio pode ser a salvação para que a abertura de 2014 seja em SP (creio eu que até o atual presidente torce por isso). O projeto do Corinthians tem previsão de entrega até o começo de 2013, podendo até ser utilizado na Copa das Confederações.

O projeto do Corinthians também ficará tão lindo quanto os estádios europeus.


Foto retirada do GloboEsporte.com

Foto retirada do GloboEsporte.com


Não interessa de que time pertençam, com esses dois novos estádios, ganhamos todos.

Já imaginei ótimos jogos e shows nesses estádios. E eventos diferentes também.... Por que não?

Por hoje é só...

xoxo

Gabii N. M.

Posts dos últimos dias no @gabiinm

Tinha tentado mudar pro Wordpress, mas desisti... voltei pro Blogger que, pelo menos, posso alterar o layout...

Vou colocar abaixo os post que fiz no Wordpress, já que meu amiguinho Blogger não quer aceitar a importação dos posts que fiz por lá (valeu aí!)...

Here it goes...


27 de julho de 2010


@ManoMenezes e sua convocação...

Estou há um certo tempo para recomeçar esse blog - que foi deixado de lado por um período por falta de tempo para atualização (por causa do combo faculdade+trabalho) e por causa do Tumblr , que era mais rápido...

Desde sábado passado estou para postar aqui (para expressar minha felicidade ao ouvir que o Mano - o mesmo que treinou um grande time para uma nação Corinthiana - era o novo técnico da Seleção), mas acabei fazendo hora extra (e fiquei derrotadamente cansada) e depois fiquei doente... Aproveitei hoje, que estou me sentindo melhor pra postar aqui :)

Então, let's go!

Sei que nem todo mundo ama futebol, mas quem é que não adora ouvir falar dos temas "Seleção Brasileira" e "Copa do Mundo"?

@ManoMenezes fez sua convocação ontem, no meio da tarde, e acabou convocando alguns jogadores que muitos pensavam que ele não convocaria (esse é o Mano!... sempre surpreendendo!)...
Photobucket

Na minha humilde opinião de torcedora, achei que ele mandou muito bem na escolha dos nomes... Foi muito melhor que a seleção escalada pelo Dunga para a Copa do Mundo.

André Santos (ex-Corinthians), Rafael (Manchester United), Daniel Alves (que foi para a Copa 2010), Ganso, Hernanes, Jucilei, André, Neymar e Robinho foram os melhores convocados na minha opinião. Me surpreendi positivamente com a convocação de Jucilei, André e Rafael (mais alguns outros jogadores foram surpresas também!)...


Essa é a seleção que fará um amistoso nos EUA contra o próprio EUA no dia 10 de agosto... (Espero que a TV passe esse amistoso *.*)

Por hoje, é só isso!

Gabii N. M. :)
01 de agosto de 2010


#revolta mode on

Eu sei, estamos quase em época de eleições, mas precisava compartilhar por aqui algo que me revoltou bastante...

Hoje em dia, ser político virou uma profissão altamente rentável. E o nosso Brasil continua no mesmo lugar, só cada vez mais sem saber o que foi feito com o nosso dinheiro....

Sim, amo política, mas sou uma pessoa muito revoltada com os políticos...

Uma vez, uma amiga de faculdade me contou que na Nova Zelândia os políticos tem uma profissão e um emprego antes de serem políticos. Por exemplo, o prefeito da cidade "x" é médico e atua como médico e, nas horas "vagas", ele é prefeito. O salário que ele recebe, basicamente, é o salário que ele tem trabalhando como médico. E a pressão sobre eles é a mesma dos nossos prefeitos (que não fazem nada além de serem prefeitos - e nem são tão excepcionais assim, vamos e convenhamos...)... Isso é algo muito interessante, que o Brasil poderia pensar a respeito...

Outro problema é a falta de escolaridade dos candidatos... candidatos que mal sabem ler e escrever disputando vagas para ganhar muiiiiito mais do que eu ganho trabalhando todos os dias e lidando com a pressão de muitas pessoas... Isso é #revoltante !

Lendo a matéria do blog/site Não Salvo , reparei na banalização que se tornou "ser político" (não me entenda mal, há pessoas ótimas na política, com idéias ótimas e vontade de mudar o mundo, mas também existem pseudo-celebridades entre outros...).

Praticamente o KLB inteiro (ok, KL só, porque o Bruno não está concorrendo), Sérgio Mallandro, Tiririca, Tati Quebra Barraco, duas mulheres-fruta (inutilidade total),... É. Leia esse post e julgue o que quiser... Só peço que pensem beeeeem antes de votar :D

É isso aí....

Gabii N.M. :)


Sim, alguns posts estão um pouco desatualizados, mas não queria perdê-los.... por isso, passei-os dessa forma pra cá.


É isso...

xoxo

Gabii N. M. :)

Efeito Morth e mais...

Outro dia, estive "brincando" com o efeito Morph e vendo o que aconteceria se juntasse alguns artistas que gosto - que rosto saíria...

Algumas das fotos originais, pertenciam a Joe Jonas, Caleb Turman, Tommy Bastow & Dougie Poynter e Taylor Swift, Selena Gomez & Demi Lovato. O efeito, não tão profissional, você vê abaixo:

Tommy Bastow (FranKo),  Caleb (FTSK)Tommy Bastow (FranKo), Zack (ATL), Caleb (FTSK), Joe Jonas (JB), Dougie (McFly) Demi Lovato,Selena Gomez Taylor SwiftDemi Lovato,Selena Gomez Taylor SwiftDemi Lovato, Taylor SwiftCaleb FTSK, Joe Jonas (JB), Dougie (McFly)Tommy Bastow (FranKo), Joe Jonas (JB), Dougie (McFly)Tommy Bastow (FranKo), Zack (ATL), Caleb (FTSK)

Ah sim, hoje também achei os meus tão sonhados esmaltes Matte Fluor da Impala pra vender na minha cidade... Comprei o roxo e o rosa... Estou pensando em testar um deles amanhã...

E assisti "O Fada do Dente", que ganhei numa promoção do Dai Blog pelo Twitter :)

Amei o filme - mesmo mesmo. E (OMG) nem sabia que o Ryan Sheckler fazia esse filme (muito menos que era ator também - além de skatista famosinho nos EUA e tudo mais) - amei amei :)

xoxo

Gabii N. M. :)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

up